27 abril, 2012

Pastor de igreja pentecostal é preso acusado de estuprar menino de 5 anos

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Rondoniaovivo


Segundo relatos apurados na DEPCA (Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente) o pastor teria vindo de Manaus (AM) para fazer algumas pregações em diversas igrejas nesta capital.

O crime de estupro vulnerável envolvendo um pastor missionário pentecostal, identificado como Alcindo C. M. (47) - foto -, ocorreu no ano de 2000 quando ele foi pernoitar na residência de uma irmã de igreja e acabou praticando o abuso sexual contra o filho dela, um menino de apenas cinco anos. 

Segundo relatos apurados na DEPCA (Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente) o pastor teria vindo de Manaus (AM) para fazer algumas pregações em diversas igrejas nesta capital. Em um domingo, depois do culto ministrado, uma irmã da igreja ofereceu dormida e comida para o evangélico. Na casa da mulher o maníaco dormiu e por volta de 3h da madrugada tentou atacar um menino de 12 que acordou e se trancou no banheiro. Não contente, porém ensandecido, o pastor foi até o quarto do irmão da primeira vítima, onde consumou o abuso sexual.

De acordo com o boletim da delegada, o pastor teria passado um óleo corporal na criança e em seguida introduziu algo duro em seu ânus. No dia seguinte ao abuso o pastor foi embora antes que a família percebesse algo. A família se deslocou até uma delegacia e fez o registro do fato.

Diversas guarnições policiais se uniram porem não conseguiram capturar o pedófilo. Informações de agentes de policia apontam que o pastor estava sendo acobertado por “irmãos” de várias igrejas, que lhe forneciam carro, casa e dinheiro para ele se homiziar.

No início desta tarde o evangélico foi até a delegacia especializada na companhia de um advogado para saber sobre um mandado de prisão existente em seu desfavor e logo ficou preso.

Outras quatro pessoas foram indiciados por favorecimento pessoal e terão de se entender com a Justiça.



Um comentário:

Anônimo disse...

Fuja deles.